07 abril 2008

Voos de luxo

"... Pronto! Finalmente descobrimos aquilo de que Portugal realmente precisa: uma nova frota de jactos executivos para transporte de governantes. Afinal, o que ..."

"... Precisamos, diz-nos o Presidente da República, de trocar de jactos porque aviões executivos "assim" como aqueles que temos já não há "nem na Europa nem em África"...."
.
Vá ler o resto aqui. Escreveu Mário Crespo no JN, em Fevereiro, mas eu que já sou como o outro que não lê jornais, deixei passar esta.

4 comentários:

Anónimo disse...

Bravo Mário Crespo pela crítica certeira. E obrigada a ti, Graza, por me teres dado a possibilidade de ler este artigo.
Aquele velho ditado popular "não sirvas a quem serviu nem peças a quem pediu" é muito sábio. E infelizmente em Portugal a maioria dos governantes e dos políticos encontra-se nesta categoria: uma vez instalados não dispensam mordomias não pensando que uma grande parte dos portugueses vive abaixo do limiar da pobreza.
É triste mas é a casta política que temos.

Anónimo disse...

Bravo Mário Crespo pela crítica certeira. E obrigada a ti, Graza, por me teres dado a possibilidade de ler este artigo.
Aquele velho ditado popular "não sirvas a quem serviu nem peças a quem pediu" é muito sábio. E infelizmente em Portugal a maioria dos governantes e dos políticos encontra-se nesta categoria: uma vez instalados não dispensam mordomias não pensando que uma grande parte dos portugueses vive abaixo do limiar da pobreza.
É triste mas é a casta política que temos.
Kestina Ribeiro

Graza disse...

Então e quando eles vão para a Administração ou Acessoria de um Banco e não querem andar no mesmo elevador da plebe e determinam que um fica afecto à Administração?

Cristina Ribeiro disse...

Esses deviam ser obrigados a fazer serviços cívicos para o resto dos seus dias.
Kestina