09 abril 2012

230

.
230

3 comentários:

Rogério Pereira disse...

A cor
de cada flor
sob a luminosidade
e os tons de uma sépia calma

É bela
tem alma

Graza disse...

Ou então Rogério: cada um faz poesia com o sabe! Neste caso, foi com a imagem. Foi numa arrecadação com o fascínio das coisas velhas, cheia de estórias, onde seriam insólitas estas flores colhidas no jardim do outro lado da janela. Curiosamente a mesma arrecadação que já deu uma foto com esta geometria de cores: http://rendarroios.blogspot.pt/2010/04/166.html
que um blogue nunca consegue reproduzir.

Saudações.

PPF disse...

Bestial!