30 dezembro 2011

O Crespo...


...é um mééééééééérrrrrrdas!

… é uma reacção incontida - vim directamente do sofá prá’qui – porque não aguento andar há muito assistindo pasmado à subserviência e ao medo com que cada entrevistado mais ou menos mediático se acagaça perante o lado pidesco que lhe detecta no interrogatório, e os leva à sabujice da anuência, culminado com uma entrevista à Ministra (a da elevação da Virgem ao céu) Cristas - e que até é vejam bem… “democraaata”! “cristããã” meu deeeus!…- e este chorrilho televisivo dá-me ironicamente uma enorme felicidade: saber que não frequento felizmente os mesmos templos de limpeza de almas desta gente. Que nojo! São-no de tal forma que nos encostam a radicalismos que não queremos por respeito à nossa formação tolerante. Toleraaante! Não disse cristããã! Esse cristã, que lhes enche a boca e esvazia a alma e se aproveita do nome de um homem que não escolheria hoje por nada uma cruz para ir morrer por gente desta.

2 comentários:

Rogério Pereira disse...

Meu amigo
quem se mete no sofá
só merece castigo

Mas só uma pergunta disse Cristas ou sacristas?

Graza disse...

Sim Rogério, mas não sejamos injustos com o pobre assento que tanto conforto nos dá, ou na falta de controlo temporário no comando do zap, a culpa é mesmo de um sistema que nos impinge estes actores para insidiosamente nos formatar o pensamento. Água mole em pedra dura… e eles perpetuam-se, e vão replicar-se em mais um canal privado como se já fossem poucos a toldar o espírito deste povo.

Se Goebbels voltasse hoje para repetir o que fez, é seguro que não o reconheceríamos nos métodos. A “Comunicação” evoluiu muito depois disso, e entranhou-se como um vírus nos aprendizes desavisados. É por isso que me preocupa o défice de pensamento autónomo de tantos que assistem incautos em cada sofá. Como gostaria que este povo atingisse a maioridade, mas há nestas deficiências reparos que levam gerações.

Saudações.