23 dezembro 2018

Natal 2018


Não é por ser Natal que quem o vive sorri obrigatoriamente pelo seu momento de vida correspondente. Haverá portanto estados, consoante o momento de vida de cada um. Mas é um facto que o Natal potencia um espírito que não encontramos noutra época do ano. Em mim, há sempre dois estados, se é uma data de festa e alegria, é por outro lado uma data em que mesmo ateu como sou me deixo tomar pelo estado contrário.

A minha infância foi passada em África cheio de saudades dos amigos e familiares que aqui deixei, e não tenho por isso recordações de Natais felizes vividos ao calor e nos confins do mundo. Se juntarmos o facto de não o celebrar pelo lado religioso, estar a celebrar com uma alegria q.b. esta festa da família é já qualquer coisa que só se pode dever a essa magia que a data encerra, é um facto. Mas se o vivo desse modo, também o vivo em alguns momentos por razões que estão lá para trás de uma forma mais recolhida. Uma coisa é certa, é uma data em que estão comigo todos os amigos que tenho e os que tive. Este ano, os que tive estão bem presentes e a ausência a pesar bastante. Já vos deixei a única árvore que poderia ter pintado neste Natal, deixo-vos agora neste link a minha canção de amigo, com um grande abraço.

 

2 comentários:

Jorge Cabral disse...

Agora muitos, muitos problemas em portugal da forma economica...nao economia, sopas dos pobres tudos dias...muito, muito mal! E muitas pessoas, com tu, nao quer saber dos verdades en nosso povo do portugal! Por que? Por que tiens medo os verdades?

ler meu blog dos verdades por que seu muito, muito importante! Agora, em portugal, nao trabalhos e nossa economa e lixo...muito triste! Que vai fasser?

Obrigado e beijos

Clipping Path Service disse...

Nice article as well as whole site.Thanks for sharing.